Podologia

Com o passar dos anos, é natural que ocorram nos pés, alterações funcionais, biomecânicas e morfológicas que podem acarretar lesões e incapacidades em todas as suas estruturas:
Na Pele, ressecamento, diminuição de elasticidade, descamação, calos e calosidades, fissuras nos calcanhares;
Nas Unhas, exageradas curvaturas e espessamento ocasionadas por micose ou problemas circulatórios, alterações na cor, no formato, ficam frágeis, quebradiças, com micose;
Na Circulação, presença de varizes, vasos trombosados com enrijecimento vascular;
Nos Músculos, perda do amortecedor que temos na sola/ na planta dos pés e
Nas Articulações, os pés ficam mais compridos ou mais curtos, maiores ou menores …
Nestes casos, o Podólogo é o profissional apto a detectar problemas, a cuidar dos seus pés e orientar o paciente, o responsável/cuidadores quanto aos cuidados básicos que devem dispensar aos pés.
É obrigação do Podólogo alertar e conscientizar a todos em geral, sobre os benefícios da prevenção e cuidados com os Pés do Idoso.
– Atenção a qualquer alteração nas unhas: cor, forma, espessura. As unhas devem estar sempre cuidadas, cortadas corretamente;
– Lavar os pés e secá-los entre os dedos e as unhas. Dê preferência a papel toalha ou papel higiênico. Umidade facilita a proliferação de fungos e bactérias;
– Hidratar os Pés diariamente para evitar ressecamento da pele e possíveis rachaduras e fissuras nos calcanhares;
– Ter o hábito de usar meias de algodão, elas mantem a pele seca, evitando as frieiras e odores (chulé);
– Usar calçados com pouca ou nenhuma costura interna. Estes são os melhores para a Terceira Idade;
– Dê preferência a calçados confortáveis, com a frente mais larga e macia para não causarem feridas, deformações de dedos, calos e calosidades.
Com Saúde, Não temos Limites!

Leda Maganin- Podóloga com Aperfeiçoamento em Pés Diabéticos e Podogeriatria
© 2021 Cia do Idoso. Todos os direitos reservados.